28 de novembro de 2023

Meteora: entre as nuvens e a História, uma experiência espiritual na Grécia

A Grécia é reconhecida até hoje como berço da civilização ocidental. Foi em território grego que surgiram as primeiras noções da democracia, das artes cênicas, da historiografia e da literatura. A história e o território grego são tão encantadores que inspiraram histórias como A Ilíada e a Odisséia, de Homero e se tornaram cenários de […]

   

A Grécia é reconhecida até hoje como berço da civilização ocidental. Foi em território grego que surgiram as primeiras noções da democracia, das artes cênicas, da historiografia e da literatura.

A história e o território grego são tão encantadores que inspiraram histórias como A Ilíada e a Odisséia, de Homero e se tornaram cenários de desenhos, filmes, novelas e séries.

Das muitas razões que se tem para conhecer a Grécia está Meteora, situada na vila de Kalambaca. Com suas autênticas formações rochosas, a Meteora é rica em espiritualidade e História.

Um dos mosteiros no alto das rochas de Meteora I Foto: Divulgação – Pixabay

Meteora significa “rochas no ar”, uma expressão que define o que todos os visitantes podem apreciar ali. Cercada por um conjunto de penhascos de pedra de areia formados sob o mar há 30 milhões de anos. Essas fascinantes formações esculpidas ao longo da história ficaram expostas com o abaixamento do nível do mar com o passar do tempo. 

O local serviu de inspiração para o cenário de alguns filmes e séries , como 007 e a prisão que abrigou Tyrion Lannister, de Game of Thrones.

Nestes penhascos estão alguns mosteiros, e é claro que o visual belíssimo ajuda e muito na contemplação. A estrutura morfológica e talvez sua proximidade com o céu fizeram com que muitos monges considerassem esse lugar ideal para a meditação. 

O primeiro mosteiro, Megalo Meteoro, foi fundado em 1336 por um monge chamado Athanasios. Está instalado no topo de uma rocha de 536 metros de altura. Ao visitar o mosteiro também é possível conhecer a caverna onde morou o primeiro monge.

A construção dos mosteiros de Meteora

Em nossa live sobre a Grécia, nosso diretor Ali, nos contou mais sobre a história da construção dos mosteiros de Meteora I Pombo Produções

Construídos no século XIII, pedra por pedra, os mosteiros de Meteora são únicos e não há quem conheça essa região e não se encante pela riqueza espiritual do lugar. O local era o centro mais importante da religião ortodoxa na época. Acredita-se  que a construção tenha levado cerca de 30 a 35 anos. 

Na época, para subir até lá, nada de escadas, só cordas. Hoje, o acesso ao local é feito por meio de escadas, mas todo o esforço para chegar nas alturas vale a pena. 

Meteora é um dos maiores e mais importantes complexos de mosteiros do cristianismo oriental, superado apenas pelo Monte Atos. I Foto: Divulgação – Pixabay

Já no século XVIII, muitos desses monastérios foram deixando de existir. Isso porque alguns monges faleceram, e também porque não havia mais a mesma quantidade de pessoas interessadas em seguir a vocação para a  vida monástica. Atualmente há 13 dos 24 mosteiros originais de Meteora, sendo que seis deles podem ser visitados.

Em abril nosso grupo irá conhecer as belíssimas paisagens da Grécia, e dois dos mosteiros encantadores de Meteora. Que tal embarcar conosco?

Confira nosso roteiro.

roteiros relacionados

   

Veja também

   

Destinos espirituais para viver experiências surpreendentes

Ler mais

As maravilhas subterrâneas da caverna de Postojna, na Eslovênia

Ler mais

Sabores da Tailândia: descobertas culinárias inesquecíveis

Ler mais

7 curiosidades do Vietnã que você precisa saber antes de embarcar

Ler mais