Top 4 catedrais para conhecer na Europa

Catedral de Santo Estêvão – Áustria

Como quase toda catedral da Europa da era medieval, a construção da Catedral de Santo Estevão demorou quase 200 anos para ficar pronta e, por isso, muitos arquitetos estiveram envolvidos no projeto.

Ela está localizada no centro da cidade de Viena, na Áustria e diariamente recebe milhares de visitantes.

Mas o que tem nela de tão interessante para atrair tanta gente?

Há mais de um motivo e nós explicamos: ela possui torres esplendorosas; a torre sul possui 134 metros de altura e 343 degraus que levam os visitantes a um mirante que oferece uma vista privilegiada de toda cidade de Viena.

Além disso, possui um telhado com 230 mil azulejos dispostos em forma de mosaico com desenhos cheios de simbolismos para os austríacos e o famoso sino (Pummerin) que pesa mais de 20 toneladas e ainda entra em atividade em ocasiões especiais.

Catedral de Santo Estevão-Viena, Áustria

Catedral de Colônia – Alemanha

É o marco oficial da cidade de Colônia, na Alemanha e está localizada às margens do famoso Rio Reno.

Apesar de ter ficado em ruínas após 14 bombas lançadas durante a Segunda Guerra Mundial, a estrutura da catedral ainda se sobressaia em meio ao caos e aos destroços e isto serviu como esperança e incentivo para que o povo alemão se reerguesse.

Possui vitrais, espirais ornamentadas, ogivas, abóbadas e gárgulas guardiãs, símbolo de toda catedral gótica; hoje é o local mais visitado do país.

Uma das curiosidades mais interessantes sobre o local é que, segundo afirmam, lá está um dos maiores e mais importantes símbolos religiosos: o relicário com os restos mortais dos três Reis Magos.

Então já sabe, quando viajar para a Alemanha, Colônia precisa e muito estar no seu roteiro.

Catedral de Colônia – Colônia, Alemanha

Catedral de São Vito – Praga

Você ama monumentos medievais extremamente preservados? Então não pode viver sem conhecer a Catedral de São Vito, em Praga.

Ela demorou pelo menos quatro séculos para ficar pronta; sim, você leu certo, foram 400 anos até sua finalização! Suas obras tiveram início no ano de 1344, mas só foram concluídas entre os séculos 19 e 20.

Lá são estão abrigadas as joias reais e também os mausoléus dos grandes reis da Boêmia, como São Venceslau e do Rei Carlos IV. Sua arquitetura é repleta de rendas de pedra, detalhes impressionantes e vitrais bem coloridos.

Catedral de São Vito – Praga, República Tcheca

Mosteiro dos Jerónimos – Lisboa

Embora não seja uma catedral e sim um mosteiro, é uma belíssima e imponente construção do século XVI, considerada uma joia da arquitetura manuelina, onde estão guardados tesouros e muita história de Portugal.

Com uma fachada de 300 metros, o Mosteiro dos Jerónimos é hoje uma das principais atrações de Lisboa, de frente para o Rio Tejo, o que, além de uma experiência maravilhosa, também garante uma vista de tirar o fôlego.

Além das imagens contidas lá serem esteticamente bem trabalhadas e elegantes, esta construção tem uma grande riqueza de detalhes e ornamentações ligadas ao mar e à navegação, atividades que fizeram Portugal se tornar o que é hoje.

Mosteiro dos Jerónimos – Lisboa, Portugal

Lisboa será a sede da próxima Jornada Mundial da Juventude, em 2023 e é um dos nossos principais roteiros para o próximo ano. Confira e comece hoje mesmo a planejar sua viagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe este post

Mais Posts

plugins premium WordPress