12 de janeiro de 2023

o que você não pode deixar de conhecer em Dublin

Embora seja uma das menores capitais europeias, Dublin é uma excelente escolha para quem tem o desejo de conhecer e passar alguns dias no velho continente. Por suas belas paisagens naturais, recebeu o apelido de Ilha Esmeralda. É o berço de escritores como Oscar Wilde – autor de livros como O retrato de Dorian Grey […]

   

Embora seja uma das menores capitais europeias, Dublin é uma excelente escolha para quem tem o desejo de conhecer e passar alguns dias no velho continente.

Por suas belas paisagens naturais, recebeu o apelido de Ilha Esmeralda. É o berço de escritores como Oscar Wilde – autor de livros como O retrato de Dorian Grey – e o local de origem da cerveja mais famosa do mundo: a Guinness.

Sendo a principal localidade  de um país com tamanha vastidão cultural, histórica, folclórica e artística, é de se imaginar que não faltam atrações e pontos turísticos incríveis para visitar e conhecer mais do povo irlandês.

Confira aqui o que você não pode deixar de fazer em Dublin!

Castelo de Dublin

o-que-fazer-em-dublin
Castelo de Dublin

Localizado bem próximo ao centro da cidade, o Castelo de Dublin existe há mais de 800 anos e serviu como uma fortaleza para o governo britânico até o ano de 1922, quando o país ainda era colônia do Reino Unido.

Atualmente é aberto para visitação e seu complexo dispõe de dois museus que guardam obras de arte, esculturas, imagens e documentos que contam a história da Irlanda, dois cafés, um centro de conferência e belos jardins que rendem fotos incríveis.

A visita é guiada e dura em torno de 45 minutos; durante o percurso é possível conhecer o Planalto dos Machados de Guerra, o salão do trono, os aposentos que pertenceram aos Rei e  Rainhas e a sala de James Connolly, famoso revolucionário que lutou pelos direitos trabalhistas do povo e pela independência do país. 

o-que-fazer-em-dublin
Interior do Castelo

Phoenix Park

o-que-fazer-em-dublin
Phoenix Park

Você sabia que o maior parque urbano da Europa fica em Dublin?

Este é o Phoenix Park, mais amplo até que o famoso Central Park de Nova Iorque e um dos cartões postais da capital irlandesa.

Foi inaugurado em 1662 e hoje possui 700 hectares, monumentos, jardins e o Zoológico Municipal, que figura entre os mais antigos do mundo.

Embora a entrada no parque seja gratuita, para adentrar o espaço do zoo é necessário comprar um ingresso.

Um dos fatos mais peculiares e impressionantes do local é a quantidade de cervos que vivem livremente em uma de suas áreas; estes podem ser observados sem pagar nada e costumam ser bastante amigáveis com os visitantes. 

o-que-fazer-em-dublin
Cervos no Phoenix Park

Guinness Storehouse

o-que-fazer-em-dublin
Guinness Storehouse

Sede e local onde é feita aquela que é considerada a melhor cerveja que existe, a fábrica Guinness Storehouse é aberta para os curiosos e entusiastas que gostariam de conhecer como é feita a bebida. 

Todo processo de produção é observado de perto pelos visitantes em uma experiência única. 

O prédio principal possui 7 andares; no último há um bar que proporciona uma vista de 360º para a cidade, o Gravity Bar.

Para se ter ideia, são vendidos aproximadamente 10 milhões de copos da Guinness, em mais de 170 mil pubs ao redor do mundo.

Na visita, aqueles que ainda não conhecem seu sabor, terão a chance de provar direto da fonte. 

o-que-fazer-em-dublin
Barril de Cerveja Guinness

Temple Bar

o-que-fazer-em-dublin
Temple Bar

Um dos pontos altos de estar em Dublin é conhecer o Temple Bar que, diferente do que parece, não é apenas um bar, mas um dos bairros boêmios, mais antigos e carismáticos que você vai conhecer na vida.

Tem ruas de paralelepípedos, apresentações ao ar livre de música folclórica , restaurantes típicos bem movimentados e artesanato local para comprar e levar como lembrança. 

É lá que se concentram os maiores e mais famosos pubs da cidade e o melhor agito da vida noturna. 

o-que-fazer-em-dublin
Bairro Temple Bar a noite

Trinity College

o-que-fazer-em-dublin
Trinity College

Esta é a Universidade mais antiga da Irlanda, fundada no século XVI pela Rainha Elizabeth I. 

Além da impressionante arquitetura gótica do prédio que, originalmente era um mosteiro, é lá que se encontra a Antiga Biblioteca, repleta de prateleiras que vão do chão ao teto e estão abarrotadas dos mais diversos livros. 

Há um destaque especial para o livro Book of Kells, escrito por monges no ano de 800 d.C. e considerado um dos mais antigos do mundo. 

o-que-fazer-em-dublin
Biblioteca do Trinity College

Catedral de St. Patrick de Dublin

o-que-fazer-em-dublin
Catedral de St. Patrick

St. Patrick ou São Patrício é o padroeiro da capital irlandesa e, no ano de 1191, uma catedral foi edificada pela Igreja Católica em sua homenagem. Acredita-se que o local em que foi construída é o ponto exato onde os novos cristãos foram batizados. 

São Patrício era o responsável por evangelizar o povo celta e explicava-os sobre a santíssima trindade utilizando um trevo de três folhas. 

Durante a Reforma Protestante passou para as mãos da Igreja Anglicana e assim permanece. Para visitá-la é preciso comprar um ingresso, no entanto, para aqueles que vão no horário das missas a entrada é gratuita (fica aqui uma ótima dica para economizar). 

 Um de seus reitores mais conhecidos foi Jonathan Swifit, famoso mundialmente por ser o autor da coleção de livros “As viagens de Gulliver”.

o-que-fazer-em-dublin
Interior da Catedral

A Irlanda faz parte das próximas saídas dos nossos grupos, com o acréscimo da Escócia em  um roteiro maravilhoso. Confira aqui as informações e embarque nessa viagem conosco.

roteiros relacionados

   

Veja também

   

Desvendando a majestade do Monte Ararat, na Armênia

Ler mais

5 pratos típicos para você experimentar no Egito

Ler mais

As pirâmides de Gizé: uma das maravilhas do Egito Antigo

Ler mais

Camboja, um dos destinos mais fascinantes da Ásia

Ler mais