13 de fevereiro de 2023

conheça as duas faces de Zagreb, capital da Croácia

Todos nós já ouvimos falar sobre a Croácia. E sua capital, Zagreb, será que conhecemos bem a riqueza de detalhes deste lugar? A cidade está localizada no noroeste do país e é marcada pela arquitetura austro-húngara dos séculos XVIII e XIX.  Sua história e os fatos que levaram a sua construção fizeram com que Zagreb […]

   

Todos nós já ouvimos falar sobre a Croácia. E sua capital, Zagreb, será que conhecemos bem a riqueza de detalhes deste lugar?

A cidade está localizada no noroeste do país e é marcada pela arquitetura austro-húngara dos séculos XVIII e XIX. 

Sua história e os fatos que levaram a sua construção fizeram com que Zagreb fosse dividida em duas faces diferentes e complementares: a Cidade Alta e a Cidade Baixa, ou Nova Zagreb. 

Nos últimos anos, a cidade tem recebido um grande número de turistas que saem encantados com tudo que encontram ali e com a recepção calorosa dos croatas que apresentam um modo de vida bastante convidativo.

Quer saber mais? Confira aqui!

história de Zagreb

Diferente do que possa parecer, Zagreb é uma cidade bastante antiga da Europa Central e desenvolveu-se a partir de duas províncias medievais, situadas em colinas vizinhas: Kaptol, declarada eclesiástica, e Gardec, declarada como laica.   

As diferentes visões de ambas, nos mais diversos assuntos, geraram conflitos que duraram anos, alguns bastante sangrentos, até que em 1850 foram unificadas e assim começou a expansão do lugar. 

Toda área da chamada Cidade Baixa começou a ser construída no século XIX e a partir do século XX recebeu um grande aquecimento industrial, uma arquitetura moderna e urbanista, além de museus, universidades, teatros, bibliotecas, parques e muito mais. 

A Cidade Alta manteve sua arquitetura medieval e conservou bem o que hoje é o centro histórico da capital croata. 

Por muito tempo a Croácia compôs o território da antiga Iugoslávia, assim como a Bósnia, Sérvia, Montenegro, etc. Apenas em 1991 conquistou sua independência e se estabeleceu como república e foi a partir deste ano que Zagreb se tornou oficialmente sua capital.

Hoje a cidade possui cerca de 800 mil habitantes e é a maior do país, além de centro econômico, científico e universitário. 

Cidade Alta de Zagreb

Também chamada de Gornji Gard, é o coração da cidade medieval que um dia existiu e preserva muito bem detalhes desta época. Está localizada no topo de uma colina que oferece uma visão privilegiada da Cidade Baixa, parte moderna de Zagreb. 

É ali que estão as igrejas, edifícios históricos, alguns dos cafés mais procurados e restaurantes. 

Entre as principais atrações desta face estão:

Catedral de Zagreb 

Principal símbolo da cidade, ela é dedicada à Assunção da Virgem Maria. Sua primeira construção ocorreu no século XI e no século XVI ganhou torres em estilo renascentista projetadas para proteger a Catedral. Porém, no século XVIII houve um incêndio que a destruiu quase por inteiro. 

Uma segunda construção foi edificada, mas também acabou destruída, desta vez por um terremoto, em 1880. Sua aparência atual é produto da restauração realizada depois deste acontecimento. 

O edifício atual possui 77 metros de comprimento, 46 metros de largura e suas torres alcançam uma altura de 108 metros, fazendo com que este seja o prédio mais alto da Croácia.

Em seu interior há surpresas como um órgão, classificado entre os dez melhores do mundo, além de altares e estátuas feitos por inteiro em mármore e no estilo barroco. A Catedral preserva um relógio que ainda mostra o horário do terremoto de 1880. 

conheca-zagreb
Catedral de Zagreb

Igreja São Marcos

Um dos principais pontos visitados em Zagreb, ela foi construída no século XVIII e é um dos edifícios mais antigos da cidade. 

Seu telhado, composto por telhas xadrez que representam seus brasões, chamam a atenção de longe não apenas por sua beleza arquitetônica, mas também por ser bem diferente de qualquer outra igreja europeia. 

Ao visitá-la, é possível observar a troca da guarda e obras do famoso artista croata, Ivan Meštrović. 

Ao longo dos séculos passou por algumas alterações e incorporou alguns arcos góticos, santuários e portais. De sua estrutura original existem apenas pequenos vestígios, como a fundação do campanário e uma janela na parede sul.

conheca-zagreb
Igreja São Marcos

Torre Lotrscak

Este é sem sombra de dúvidas um dos pontos mais interessantes da Cidade Alta. 

A torre foi construída no século 18 e, na época, tocava todo dia à meia-noite para avisar que já estava na hora de  fechar os portões da cidade e as pessoas se recolherem; também tocava para alertar quando um inimigo se aproximava. 

Todos os dias, ao meio-dia, um canhão é disparado onde fica a torre para sincronizar todos os sinos da igreja e manter uma tradição antiga. 

conheca-zagreb
Torre Lotrscak

Rua Tkalčićeva

Esta é uma atração à parte, com as mais diferentes lojas, incluindo grifes e marcas importantes, restaurantes com uma variedade espetacular de cores e sabores, cafés, e outros  pontos de encontro de uma vida noturna agitada.

conheca-zagreb
Rua Tkalčićeva

Cidade Baixa de Zagreb

Em croata, Donji Grad, também é conhecida como “ferradura verde” por seu formato em “U” e a quantidade de parques que se localizam ali. É onde está concentrada a maior parte dos museus da capital croata.  

Uma das atrações mais tranquilas e gostosas de aproveitar é o Parque Zrinjevac. É excelente para descansar, respirar ar puro, apreciar a paisagem e tirar muitas fotos. 

Por ser rodeado de prédios importantes como a Academia Croata de Ciências e Artes, o Supremo Tribunal da República da Croácia, por exemplo, é considerado a porta de entrada para mergulhar na história e veia artística do país.

conheca-zagreb
Parque Zrinjevac

O Museu Arqueológico de Zagreb também é um excelente ponto turístico para conhecer. Possui 450 mil artefatos e monumentos que têm origem em várias civilizações e épocas. 

Seu acervo começa com alguns instrumentos de pedra que datam da Pré-história e vai dando de maneira bastante didática uma sequência à linha do tempo da história do mundo.

Há exposição de itens da época do Império Romano, do Antigo Egito e muito mais. 

conheca-zagreb
Museu Arqueológico de Zagreb

Falando em museus, o Mimara é um dos mais espetaculares da região dos Balcãs. Está localizado em um edifício acadêmico que foi construído em estilo neo-renascentista no ano de 1883. 

Ele possui 3.750 obras de arte que pertenciam à coleção particular de Ante Topić Mimara e que foram doadas ao museu. Lá encontram-se objetos de valor inestimável que vão desde o ano 20.000 a. C., até obras do século XX e das mais diversas regiões. 

Há porcelanas chinesas, móveis europeus de diferentes épocas, obras de Manet e Goya e muitos outros artistas de grande relevância. 

conheca-zagreb
Museu Mimara

Um lugar um tanto quanto curioso, mas bastante visitado é o Cemitério Mirogoj. Isso porque ele é um dos cemitérios mais bonitos da Europa e possui uma arquitetura completamente diferente. 

Sua entrada é coberta por plantas naturais e é quase impossível adivinhar que se trata de um cemitério.

conheca-zagreb
Entrada do Cemitério Mirogoj

No próximo mês de abril nós visitaremos a majestosa região dos Balcãs e Zagreb é parte do nosso roteiro, assim como outras cidade belíssimas da Croácia. 

Que tal tirar uns dias de férias e conhecer tudo isso conosco?

roteiros relacionados

   

Veja também

   

Destinos espirituais para viver experiências surpreendentes

Ler mais

As maravilhas subterrâneas da caverna de Postojna, na Eslovênia

Ler mais

Sabores da Tailândia: descobertas culinárias inesquecíveis

Ler mais

7 curiosidades do Vietnã que você precisa saber antes de embarcar

Ler mais